8 razões que fazem do renting de equipamentos um aliado de negócio

8 razões que fazem do renting de equipamentos um aliado de negócio

O renting assume-se claramente como uma solução de aluguer viável, e as empresas que querem estar à frente da concorrência devem vê-lo como o aliado de negócio perfeito.

Se não é habitual as empresas pagarem com vários anos de antecedência a renda do espaço onde operam, não será natural que apliquem este mesmo princípio a outras áreas? Uma dessas áreas diz respeito aos equipamentos. Estes abrangem todas as ferramentas de trabalho que permitem aos colaboradores serem o mais produtivos e felizes possível. Afinal de contas, o que é bom para eles é também bom para o negócio.

Esse é precisamente o princípio base do renting de equipamentos: colocar à disposição das PME uma solução de locação flexível e abrangente, capaz de lhes proporcionar o acesso aos meios e às tecnologias que podem fazer a diferença entre estagnação e crescimento e que lhes permitem estar sempre um passo à frente da concorrência.

Este princípio é transversal a todo o tecido empresarial português, mas particularmente às PME. Porquê? Porque independentemente da sua área de atuação, todas pretendem ter acesso aos melhores equipamentos e às melhores ferramentas. Contudo, e infelizmente, nem todas as PME dispõem de capital para fazer frente a investimentos que podem facilmente ultrapassar valores proibitivos para as suas possibilidades.

O renting de equipamentos apresenta-se assim como um aliado do negócio para qualquer PME. Não requer qualquer investimento inicial, evitando desta forma que as PME sofram uma descapitalização que poderia trazer-lhes consequências financeiras graves e dá-lhes, em simultâneo, o acesso a soluções mais avançadas por uma renda fixa.

 

8 razões para ter o renting como aliado de negócio

O renting distingue-se de outras soluções de aquisição de equipamento precisamente por não ser uma solução de aquisição. Por exemplo, no crédito tradicional os equipamentos são vistos como ativos da empresa, tal como se de uma compra “normal” se tratasse. No renting há um empréstimo dos equipamentos à PME por uma entidade terceira. Por este motivo, aos olhos da lei, estes não são vistos como pertencendo à empresa – o que acaba por se traduzir em benefícios fiscais que a compra a pronto ou a crédito não permite usufruir.

São vários os benefícios do renting. Vejamos oito boas razões para ter o renting com aliado de negócio.

 

Financiamento a 100%

Este é de facto um dos argumentos mais apetecíveis no renting. Com o renting, as PME podem obter um financiamento sobre a totalidade do valor dos equipamentos, do software e dos serviços de instalação e configuração. Dito de uma forma simples, podem obter tudo o que pretendem e mais ainda sem terem de desembolsar um cêntimo sequer de entrada, e amortizando o investimento em rendas fáceis de planear.

 

Atualização tecnológica do negócio

Em cada ciclo contratual, que pode tipicamente ir de 12 meses a 7 anos, as PME podem atualizar os seus equipamentos substituindo-os por tecnologia nova e mais capaz. Esta possibilidade representa uma mais-valia competitiva de enorme importância: inovação.

 

Recuperação do investimento mais rápida

Nos dias que correm, o ROI é rei. Quanto mais depressa as empresas conseguirem amortizar os seus investimentos, mais lucrativas e viáveis se tornam. O renting permite um ROI mais célere, já que desta forma as PME podem fazer pagamentos menores enquanto os equipamentos são explorados e geram receita, em vez de terem de pagar uma quantia exorbitante que demorará mais tempo a compensar.

 

Solução chave-na-mão

Outro dos aspetos mais atrativos do renting é o facto de ser uma solução chave-na-mão. Esta solução pode incluir hardware, software e todos os serviços necessários à instalação do equipamento, em troca de uma mensalidade fixa durante toda a sua duração. Logo, sem surpresas nem custos escondidos. A instalação, o hardware, o software e até a formação sobre o uso do equipamento deixam de ser uma dor de cabeça logística e financeira.

 

Libertação de capital

Graças ao renting é possível obter os melhores equipamentos sem se gastar um cêntimo sequer na sua compra. As PME conseguem assim poupar dinheiro. Esse capital poupado pode ser canalizado para outros investimentos igualmente importantes: expansão, melhorias, marketing ou até pesquisa e desenvolvimento.

 

Menor preocupação com a manutenção

A responsabilidade da manutenção periódica obrigatória fica a cargo do parceiro. De resto, cabe ao parceiro de renting fazer a gestão dos equipamentos desde que os entrega até ao fim do contrato. Nessa altura, as empresas podem simplesmente acordar novo contrato que os substitua por equipamento novo ou ficar com os atuais, caso se justifique.

 

Condições mais vantajosas

No renting as PME conseguem encontrar uma solução de aluguer com rendas mais baixas do que seria possível conseguir obter no crédito tradicional. O renting funciona também como uma espécie de serviço de balcão único. As PME apenas têm de dizer ao seu fornecedor que equipamentos precisam e este trata de encontrar tudo de A a Z, o que permite tornar o processo negocial mais ágil e menos burocrático.

 

Rendas fixas

Dure o contrato 12 meses ou 7 anos, a mensalidade mantém-se inalterada Independentemente da duração negociada com o parceiro de renting – sem quaisquer surpresas ou custos ocultos, e totalmente dedutível na fiscalidade da empresa em sedes de IVA e de IRC.

 

O aliado de negócio que só traz vantagens

Ao permitir o acesso a mais fundos, o renting funciona como uma espécie de parceiro silencioso que empresas têm ao seu dispor, mas com uma grande vantagem: não pede nada em troca na hora de divisão dos lucros. O renting assume-se claramente com uma fonte de financiamento viável, e as empresas que querem estar à frente da concorrência devem vê-lo precisamente como tal: o aliado perfeito.

A Liqui.do dispõe de uma sólida oferta de renting de equipamentos suportada numa rede com mais de 800 fornecedores certificados e num algoritmo que analisa cada pedido em minutos. Faça uma simulação e descubra como a sua empresa pode obter mais por menos.