4 dicas para escolher uma locadora

    Agora que já identificou as necessidades da sua PME, já identificou o fornecedor do equipamento certo para o seu negócio e já sabe que o renting é a solução ideal para usufruir da mais recente tecnologia sem comprometer o cash flow da empresa, resta-lhe uma tarefa igualmente importante. Chegou, por fim, a hora de escolher a locadora que irá financiar o seu contrato de renting.

    A solução mais comum passa por recorrer ao Google para fazer essa pesquisa – algo que acaba por ter um lado positivo e outro negativo. Por um lado, permite-lhe ver que o renting de equipamentos é uma solução cada vez mais utilizada no mundo empresarial, sobretudo graças às suas maiores vantagens. É uma operação sem entrada inicial, com rendas fixas e fáceis de planear e 100% dedutíveis em sede fiscal. Por outro lado, rapidamente verá que não falta quem se autoproclame como a “empresa número 1” no setor. Podem até sê-lo nalguns casos e sob determinadas circunstâncias, mas isso não só não quer dizer nada como também – e pior ainda – irá seguramente lançar-lhe maior confusão no processo de seleção.

    Com tantas opções disponíveis no mercado, a tarefa pode tornar-se assim rapidamente num pesadelo. É por isso que partilhamos algumas orientações que irão ajudá-lo a tomar a melhor decisão para si e para a sua empresa no processo de escolher uma locadora.

     

     

    4 dicas para escolher uma locadora

    Antes de escolher e fechar um contrato com uma locadora, considere cada uma das questões que analisamos de seguida.

     

    1. A locadora deve conhecer as suas próprias limitações.

    No Google verá muitas empresas a autoproclamarem-se “líderes de mercado”. Como já sublinhámos: esse é um primeiro sinal de alerta. De facto, cada área de negócio e equipamento tem as suas próprias características muito específicas e o renting não é todo igual. É fundamental que a locadora reconheça esta vicissitude e que saiba que não pode dar um passo maior do que a perna. Opte por uma locadora que sabe em que mercados é mais forte e não por uma que diga que é “Número 1”. Acima de tudo, há que saber falar na língua das PME e vestir a sua pele para realmente compreender as suas necessidades – e investir da melhor forma cada cêntimo como o seu.

     

    2. Opte por uma empresa de renting séria.

    Para manter as ambiguidades longe da sua empresa, escolha uma empresa de renting responsável e cumpridora. Perguntará, e bem: mas não é isto que se espera também da minha PME, que sejamos todos sérios? Infelizmente isso nem sempre acontece. É por isso que deve obter feedback junto do fornecedor do equipamento, que terá certamente experiência neste tipo de contratos. Opte pela honestidade e diálogo e, na hora de escolher uma locadora, fuja de quem tem fama de não responder a reclamações.

     

    3. Conheça as condições de financiamento.

    Antes de optar por uma locadora em detrimento de outra, é fundamental que esteja na posse de todas as informações. Isto envolve conhecer todas as condições dos contratos que lhe estão a ser propostos, pois de outro modo não terá como comparar pontos fortes e pontos fracos. Dito de uma forma simples: é importante que opte por trabalhar com empresas que funcionam bem dentro daquilo que efetivamente precisa para o seu negócio. Verá que as condições são mais atrativas se trabalhar com alguém que saiba o que a sua empresa faz.

     

    4. Avalie a confiança na locadora.

    Pondere todos os factos antes de assinar o contrato. Nem sempre uma renda uns euros mais baixa é sinónimo de estar a fazer um bom negócio. Conheça todas as condições antes de assinar o contrato e evite surpresas no futuro que poderão fazer a fatura sair mais cara. Pergunte e volte a perguntar. Mesmo que o tempo corra contra si, não tenha pressa em esclarecer dúvidas e perceber em quem pode confiar. Assim conseguirá encontrar um parceiro que lhe ofereça o financiamento de equipamento que precisa de uma forma honesta, competente e profissional.

     

     

    Escute, analise e decida

    Escolher uma locadora não tem de ser uma dor de cabeça para si. Esperamos que estas linhas tenham contribuído para esclarecer as principais dúvidas e incertezas que podem surgir no processo, e sobretudo para evitar que decida com base numa intuição ou num momento de impulso. Tente ser o mais ponderado possível na sua análise, compare todas as propostas que tiver em mãos e tome uma decisão o mais bem informada possível.

    Para que isso aconteça muito irá contribuir também a possível locadora, que não deverá hesitar em falar consigo para esclarecer quaisquer dúvidas, apresentar quaisquer valores ou enviar qualquer documentação que seja necessário formalizar – antes, durante e depois do processo de escolha.

    A Liqui.do é uma empresa 100% focada em ajudar as PME a obter os equipamentos que necessitam para crescer. Estamos determinados a criar uma cultura apoiada nas tecnologias mais recentes e focada nas pessoas, com recursos competentes e empenhados em encontrar as melhores soluções.

    Faça a sua simulação sem compromisso e fique a conhecer o montante máximo que podemos financiar para ajudar a crescer o seu negócio.