Guia de renting PME

se procura equipamento mas não tem os meios para comprar, o renting é uma opção a considerar

Faça uma simulação

Receba uma proposta em minutos. Simples.

Tornar a empresa mais lucrativa e rentável mantendo a disponibilidade financeira é um dos maiores desafios que os gestores enfrentam. O capital disponível é finito e é necessário aplicá-lo de modo a maximizar o retorno dos investimentos. Poderá o renting de equipamentos ser uma solução?

Manter o foco nas questões comerciais “core” do negócio é outro desafio e, uma boa gestão da tesouraria (cash flow) assegurando sempre disponibilidade financeira para investir em boas oportunidades de negócio é outro ainda. Todos eles encontram uma resposta no renting de equipamentos.

    O que é o renting de equipamentos?

    A maioria das empresas necessita de equipamentos para operar e desenvolver a sua atividade com mais produtividade. No entanto, a compra da maquinaria necessária pode representar um esforço grande de tesouraria e desequilibrar as contas.

    Ao optarem pelo renting, as empresas alugam os equipamentos necessários à sua atividade, mediante o pagamento de rendas mensais ou trimestrais previamente definidas. No renting não existe o conceito de entrada inicial e o pagamento é parcelado ao longo das rendas, reduzindo o impacto na tesouraria.

    Cada empresa tem de fazer a melhor escolha na aquisição de equipamentos tendo em conta vários fatores, como as necessidades de cash flow, impacto do balanço patrimonial ou linhas de crédito disponíveis.

    O renting de equipamentos oferece opções flexíveis que podem harmonizar-se com os diversos objetivos da maioria das empresas.

     

    Que empresas podem beneficiar do renting de equipamento?

    Independentemente do tamanho ou do setor de atuação da empresa existe uma solução de renting de equipamento adaptada às necessidades do seu negócio. No entanto, os principais beneficiários desta modalidade são as pequenas e médias empresas e o setor público.

    renting de equipamentos

     

    Pequenos negócios

    Como a larga maioria das empresas empregadoras, as pequenas e médias empresas são um componente crítico da economia e importantes utilizadores finais do renting de equipamento. Com esse tipo de influência, as PMEs podem encontrar empresas de renting de equipamentos e opções de renting especificamente projetadas para as suas necessidades.

     

    Governo e agências públicas / organizações sem fins lucrativos

    O órgãos governamentais locais, centrais, organizações do setor social e outras entidades não comerciais podem financiar através  do renting os equipamentos de que necessitam para obter muitos dos mesmos benefícios financeiros e operacionais que as empresas comerciais fazem.

     

    Que equipamentos podem ser financiados em renting?

    Todos os setores têm necessidades específicas de equipamento. As vantagens do renting podem ser aplicadas a praticamente todos os setores, desde o aluguer do simples computador portátil ou equipamento para mobilar o escritório, a algo mais específico como equipamento médico, agrícola ou de construção, entre outros.

    Leia os guias de equipamentos e conheça as vantagens específicas do renting para cada setor.

     

    Consultar guias de equipamento

     

    Conheça os benefícios

    Empresas de todas as dimensões, que variam de operações familiares a médias e grandes empresas, financiam os seus equipamentos nesta modalidade por causa dos muitos benefícios que o renting oferece.

    renting de equipamentos

     

    Com o renting de equipamentos é possível:

     

    Obter financiamento a 100%, sem pagamento inicial

    Ao contrário do que acontece no financiamento com a maioria dos credores tradicionais, no renting de equipamentos não existe o conceito de entrada inicial. A empresa paga apenas a renda, mensal ou trimestral, pela utilização do bem, ao longo do período pré-definido.

     

    Manter dinheiro disponível

    O aluguer de equipamentos permite-lhe conservar o seu dinheiro para que ele possa ser usado noutras áreas da sua empresa, como expansão, melhorias, marketing ou I & D.

     

    Gerir os riscos

    O renting de equipamentos reduz o risco do investimento feito, uma vez que o bem alugado gera retorno que lhe permite acautelar o investimento que está a fazer.

     

    Proteger-se contra a inflação

    Ajuda a sua empresa a cobrir o risco de inflação porque não paga o custo total do equipamento antecipadamente ou com um grande adiantamento em dinheiro.

     

    Planear o cash flow e as flutuações do ciclo de negócio

    Manter o cash flow e ter maior certeza no orçamento, definindo pagamentos de aluguer personalizados para corresponder ao cash flow e até mesmo aos fluxos sazonais.

     

    Manter atualizadas as tecnologias que usa

    O renting de equipamentos permite-lhe aceder a tecnologia mais avançada, sem a necessidade de comprar novos equipamentos a cada evolução tecnológica. Para isso, basta contactar a sua locadora para atualizar ou substituir o equipamento dentro do prazo do contrato de renting.

     

    Obter a conveniência do pacote de produtos e serviços

    Agrupe todo o custo do equipamento, incluindo transporte, instalação, formação e custos de software necessário numa solução única e fácil de gerir.

     

    Assegure o fim de vida do equipamento sem complicações

    Deixe a sua empresa de renting de equipamentos cuidar do descarte dos equipamentos para que a sua empresa se possa concentrar no “core” do negócio.

    O seu negócio pode beneficiar de todas as vantagens do renting de equipamentos. Faça a sua simulação e fique a conhecer as opções disponíveis para a sua empresa.

     

    Fazer simulação

     

    Renting de equipamentos VS dificuldades de financiamento

    Na ressaca da crise financeira de 2008 os bancos atravessam uma fase em que oferecem um reduzido volume de crédito para investimento, isto é, às empresas, orientando as suas políticas de financiamento para o consumo, que é como quem diz para as famílias.

    Ainda em consequência da crise financeira os parâmetros de exigência foram amplamente reforçados. A necessidade de garantias colaterais, o tempo de avaliação dos pedidos de crédito demorado e a inexistência de dívidas ao fisco ou à Segurança Social, constituem outros tantos obstáculos.

    Os próprios Bancos Centrais criaram um conjunto de regras que dificultam o investimento na medida em que valorizam mais os aspetos formais que propriamente a viabilidade e solvência dos negócios: estabelecem limites ao endividamento, incompatíveis com imprevistos, oscilações, sazonais ou outras, do mercado, e às dificuldades próprias de quem concorre com empresas de muito maior dimensão e mais apetrechadas, financeira e tecnologicamente.

     

    O financiamento-como-um-serviço

    A saída para muitas empresas nos mais diversos setores é procurar alternativas fora das soluções estritamente financeiras e é neste contexto que surge o renting de equipamentos como meio de ultrapassar as dificuldades levantadas pelos sistemas tradicionais.

    Este tipo de solução não envolve qualquer investimento inicial e permite à empresa ter acesso aos equipamentos pretendidos sem necessidade de pagamento de qualquer tipo de entrada inicial. A isto acresce que todas as despesas com as rendas são dedutíveis como custos operacionais da empresa.

    renting de equipamentos

     

    O aluguer de equipamentos permite-lhe ainda manter a liquidez e o acesso a linhas de crédito convencionais. Sendo uma operação não-financeira anula a descapitalização da empresa e não afeta o endividamento perante a banca. Ao mesmo tempo permite-lhe efetuar um planeamento mais eficaz baseado na regularidade das prestações. O valor das rendas é fixo até ao final do contrato e ocorrem em simultâneo com o uso do equipamento.

    Não tendo a propriedade plena do equipamento reduz também os custos de imobilização, registado como ativo do parceiro financeiro.

    A “pedra de toque” do renting de equipamentos é a possibilidade de saber em poucos minutos qual o valor da renda e no mesmo instante poder fechar o contrato. A instantaneidade do processo é, talvez, uma das principais vantagens oferecidas por este modelo de financiamento.

    Para qualquer empresa os momentos de down time representam receitas cessantes, na maioria dos casos irrecuperáveis. Este custo também deve ser contabilizado no valor total de equipamentos adquiridos através de processos morosos e complicados.

    O renting de equipamentos pode ajudar a sua empresa a contornar todos os constrangimentos de financiamento. Faça a sua simulação e fique a conhecer as melhores condições para o seu negócio.

     

    Fazer simulação

     

    Construa a sua estratégia de gestão de ativos

    Depois de entender os benefícios do renting de equipamentos, pode ver como este se encaixa numa estratégia de gestão de ativos para o seu negócio que pode melhorar o desempenho financeiro e a produtividade do capital.

    “Gestão de ativos” é uma expressão que basicamente significa a capacidade de planear, adquirir, gerir e reciclar ativos de maneira sistemática. Cada estágio da gestão de ativos tem um impacto significativo no retorno e na rentabilidade do equipamento que adquire.

     

    A função de gestão de ativos deve ser realizada durante todo o ciclo de vida de um ativo, desde a entrega do equipamento até à sua instalação, uso, manutenção e finalmente a desinstalação e fim de vida.

    renting de equipamentos

     

    Para ajudar a criar a sua estratégia de gestão de recursos, considere as necessidades da sua empresa:

    • Objetivos financeiros da empresa
    • Tempo de uso para os equipamentos
    • Seguro de equipamentos e custos de manutenção
    • Necessidade de flexibilidade
    • Crescimento Esperado
    • Opções de financiamento

     

    Antes de começar…

    Siga estes 5 passos para começar a usar o renting de equipamentos na obtenção de vantagem estratégica.

    Análise: como irá usar o equipamento?
    Determine como a sua empresa usará o equipamento que planeia alugar ou financiar e o período de tempo necessário. Para o ajudar a decidir se o renting é uma opção lucrativa para si, faça uma análise de custo / benefício, comparando os custos previstos com a receita que espera gerar com o uso do equipamento.

    Converse com o parceiro de renting de equipamentos sobre a sua empresa
    Quanto mais a sua empresa de renting de equipamentos entender o seu negócio, melhor poderá atender aos requisitos de impostos e cash flow, às flutuações do mercado e a outros fatores que afetam o seu negócio para obter um resultado bem-sucedido para o contrato de locação ou financiamento.

    Calcule os seus pagamentos e os custos totais
    Para evitar futuros mal-entendidos, é importante entender o número de pagamentos, o total do pagamento mensal devido e quaisquer custos adicionais relacionados a seguros, impostos e outros encargos. Além disso, descubra se há custos adicionais associados à transação de aluguer que podem ocorrer durante o prazo do contrato, incluindo taxas de pagamento atrasado e outras sobretaxas.

    Entenda os termos do seu contrato
    Deve conhecer a responsabilidade da sua empresa pelo equipamento que está a alugar ou financiar antes de assinar um contrato. Certifique-se de que as condições são claras e incluídas no contrato e reveja essas cláusulas com o representante da empresa financeira do equipamento.

    Feche o negócio
    Depois de ter respondido a perguntas-chave e determinado que a locação ou financiamento de equipamentos podem beneficiar a sua empresa, é hora de começar a aproveitar os benefícios!

     

    Pronto para começar?

     

    cresça sem usar as suas reservas de capital:
    beneficie de todas as vantagens do renting sem comprometer a liquidez

    Faça a sua simulação